29 de setembro de 2014

Paraibano é campeão mundial de basquete.



O paraibano Diego Falcão [CREF 001363-G/PB], que integra a comissão técnica da equipe do Flamengo, conquistou ontem o título de Campeão Intercontinental de Basquete. Em jogo realizado na manhã deste domingo (28) na HSBC Arena, no Rio de Janeiro, o Flamengo venceu por 90 x 77 a equipes do Maccabi Tel-Aviv, campeã da Euroliga de Basketball 2013/2014. O título foi disputado em duas partidas. Na última sexta, o Maccabi havia vencido o Flamengo por 69 a 66.


Fonte: Basket Paraíba/Redação

30 de maio de 2014

Biotipo e suas características: Ectomorfo, Mesomorfo e Endomorfo



De acordo com a Dra. Böhme, em 1940 foi descrito por Sheldon W. O biotipo possui três denominações, baseados em três componentes primários, relativos ao genótipo do indivíduo que são: endomorfia, mesomorfia e a ectomorfia. Destaca-se que os biotipos são características herdadas geneticamente por cada indivíduo, cada qual com suas características próprias e que devem ser levadas em consideração ao se exigir resultados além dos quais a sua genética permite.


Biotipo e suas principais características:



Ectomorfo: é naturalmente magro, com baixo percentual de gordura. Possui dificuldade em ganhar peso, quer seja massa muscular ou gordura. Possui uma estrutura óssea estreita, ombros curtos, cintura fina e uma caixa torácica estreita;


Mesomorfo: facilmente pode ganhar e perder peso, quer seja massa muscular ou gordura. Possui estrutura óssea ideal, tem os ombros largos e a cintura estreita, além de uma caixa torácica larga;


Endomorfo: possui muita facilidade em ganhar peso. É naturalmente pesado, tem os ombros largos, caixa torácica e cintura largas. Apesar de ganhar peso com muita facilidade, normalmente o peso que ganha é mais gordura do que músculo, tendo sempre dificuldade para perdê-lo. Ainda mais dificuldade para perder gordura.



Referência:

BÖHME, Maria Tereza Silveira; Componentes da constituição corporal. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, vol. 02, n° 01 p. 72-79.

Fonte: Dicas de treino

5 de dezembro de 2013

Glúteos, bíceps e cérebros... não confundam as coisas!

A onda das "celebridades" passando treinos e dando dicas tem levado algumas pessoas a confundirem as coisas. Aparecer na televisão, revistas, internet, ou simplesmente ter um belo corpo não tem nada a ver com conhecimento! Ao debater a origem do sucesso dessas "celebridades", poderíamos falar em genética, carisma, oportunismo, troca de favores, teste do sofá, talento, cirurgias plásticas, Photoshop, uso de drogas... mas o problema é que insistem em falar de treino! Por que logo o treino, meu Deus?

Acho legal que as pessoas peguem exemplos, se inspirem, decidam mudar de vida. Mas não vamos confundir as coisas. Artista é artista, modelo é modelo, professor é professor, pesquisador é pesquisador. O Brasil tem um dos melhores currículos de Educação Física do Mundo e é um dos poucos lugares em que alguém deve fazer uma faculdade para poder prescrever um treino. Vamos aproveitar isso!

Fico muito preocupado em ver as recomendações que estão sendo dadas (e seguidas!) indiscriminadamente na rede e o pior é ver que tem até gente formada as seguindo!! A prática não transforma alguém em estudioso. Vejam o exemplo do esporte de alto nível. Os melhores atletas do Mundo têm seus treinadores! E seus treinadores, não necessariamente foram ou são os melhores atletas do Mundo! Por isso, peço a vocês que não confundam fotos com currículos.

E, por fim, não vamos confundir as coisas: glúteo é glúteo, bíceps é bíceps, cérebro é cérebro.